Renata Perón
DEPUTADa federal

Quais são suas principais propostas como candidata a deputada?

MANDATO PARTICIPATIVO
A atuação do nosso mandato será plural! As principais decisões, como destinação dos recursos das Emendas Parlamentares, serão tomadas em Audiências Públicas realizadas em várias cidades do Estado de São Paulo!

REFORMA POLÍTICA
Vamos apresentar Projetos de Lei para facilitar a participação popular para aproximar as populações mais vulneráveis das decisões do Congresso, democratizar as decisões do Governo, possibilitar a educação cidadão por meio da participação política.

AGENDA TRANS
Criar um Marco Legal Protetivo às Identidades de Gênero, com o intuito de assegurar Direitos da População de Travestis e Transexuais, tais como legalizar a mudança do nome e sexo, empregabilidade, atenção básica à saúde, criminalização da transfobia, ampliação dos serviços públicos (assistência social, moradia, sistema de Justiça), regular direitos de pessoas travestis e transexuais adolescentes.

LIBERDADE NAS ARTES
O nosso mandato será uma trincheira de luta para enfrentar o avanço conservador contra as artes, além de resistir contra o desmonte da política pública da Cultura. Apresentaremos Projetos de Lei para fortalecer as diferentes formas de expressões culturais, por meio de emendas para iniciativas plurais, tais como artistas de rua, atividades circenses, grafitismo."

Antes de se candidatar, o que você fazia?

Renata Peron possui 41 anos e nasceu em João Pessoa, capital da Paraíba, em fevereiro de 1977. Mora em São Paulo há 14 anos. Assistente social, cantora, atriz e art""vista, Renata é uma mulher trans que conhece as demandas da população LGBTQ+ e que luta pelos direitos humanos, em especial por políticas de inserção de travestis e transexuais na área da saúde, educação, trabalho, moradia e do entretenimento.

Engajada politicamente, Renata Peron é presidenta da associação CAIS (Centro de Apoio e Inclusão Social de Travestis e Transexuais), (agora afastada para concorrer como Deputada Federal). além de estar envolvida em várias lutas, como as três primeiras edições da “Caminhada Pela Paz” realizadas na cidade de São Paulo em 2016, 2017 e 2018, com objetivo de promover visibilidade aos direitos da população trans.

Filiou-se ao PSOL em 2016 e atualmente é candidata a deputada federal por São Paulo nas eleições de 2018.

Outros direitos que defendo

Mudança de Nome Civil, Música, Teatro e Cinema para todos e luta contra a transfobia.

Clipping de Imprensa

Candidatos da ‘Frentona’ assumem compromisso de reduzir seus salários pela metade: https://bit.ly/2xSxIOX

Símbolo do ativismo LGBT de SP, Renata Peron lança candidatura à deputada federal https://bit.ly/2QTvvvf

Candidata a deputada federal, Renata Peron fala de suas propostas https://bit.ly/2O6UKM3

Entrevista - Semana da mulher: https://bit.ly/2PXVFvI

As candidatas T querem estar nas Assembleias e no Congresso Nacional https://bit.ly/2OIoZWl

Cantora e militante trans, Renata Peron é pré-candidata a deputada federal pelo PSOL- SP: https://bit.ly/2NEFtCU

Por que chegou a hora de falar sobre cotas para pessoas transgênero no Brasil https://bit.ly/2zsw1tx

“Vocês entendem o que é matar uma pessoa só porque ela é diferente?” https://bit.ly/2wfW6tQ

Transexual atacada por 9 no centro de São Paulo perdeu o rim: https://bit.ly/2N2kW63

5002

Mulher, trans, paraibana, assistente social, art`vista.  Essa é Renata Peron, candidata pelo PSOL a Deputada Federal.
Renata é o retrato de um Brasil que não desiste de lutar por oportunidades com igualdade e justiça.
Já passou da hora de termos representantes da comunidade LGBTI+ no Congresso, conquistando direitos.
Só assim a democracia será consolidada!

doe aqui!

Galeria de vídeos

União entre Mulheres

Criminalização da LGBTIfobia

Regulamentação dos mandatos

Por que o número 5002?

Representatividade LGBTI na Política

Dobradona

Todos os direitos reservados.